Homem confessa ter matado namorada cumprindo ordens de dentro do presidio para não morrer - Portal Cabuloso

Últimas Notícias

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Homem confessa ter matado namorada cumprindo ordens de dentro do presidio para não morrer

“Eu denunciei o crime ontem a noite (quinta-feira, 21). Falei onde os corpos estavam mais ou meno. Falei mais por conta do recomeço das buscas pra que elas não ficassem como pessoas jogadas. 

O Sargento disse que ia encaminhar isso”. Em entrevista à imprensa, o ex-companheiro de uma das mulheres cujo corpo foi encontrado na tarde desta sexta-feira (22), em um canavial no caminho que liga as cidades de Santa Rita, na Grande João Pessoa, e Pedras de Fogo, na Zona da Mata paraibana, confessou o crime.
Além da então companheira, outra mulher, amiga da vítima, desapareceram da cidade de Pedras de Fogo, onde moravam, na último dia 11. Buscas foram iniciadas, entretanto, elas não haviam sido encontradas. De acordo com o suspeito, temendo o encerramento da procura, ele mesmo ligou para o Disk Denúncia e deu detalhes de onde os corpos estavam.

Ainda segundo o relato, o suspeito, de 22 anos informou que matou a ex-companheira em decorrência de consequências de um suposto crime que ela havia cometido. “Eu tirei a vida de Janiele Pontes”, informou. Além de Janiele, o outro corpo é de Bruna Dara. Outro homem teria matado Bruna.

“Janiele praticou um homicídio dentro da casa dela contra um rapaz e ficou com medo de que os tios dele descobrissem. Eles descobriram e a ameaçaram… Depois de ameaçar ela, Janiele pediu socorro. Eu disse que era pra ela ir embora, mas, ela disse que ‘se garantia’. Entanto na segunda-feira, dia 11, tramaram tudo. Tramaram contra ela e eu fui obrigado a participar”, detalhou.

“Era uma pessoa que me fazia muito bem. Sinto muito. Tem coisas na vida que em palavra não podemos dizer não. Onde a gente tá, os grandes mandam e os pequenos atendem”. “As pessoas me mandaram fazer esse mal. Ou fazíamos ou matavam a gente”, finalizou.
O caso segue sob investigação da Polícia Civil.

ASSISTA

Portalt5

Nenhum comentário:

Publicidade