Em pronunciamento na AL, Dr. Érico (PPS) lamenta morte de Mototaxista e cobra a ampliação do serviço de saúde em Patos - Portal Cabuloso

Últimas Notícias

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Em pronunciamento na AL, Dr. Érico (PPS) lamenta morte de Mototaxista e cobra a ampliação do serviço de saúde em Patos

O deputado estadual Dr. Érico (PPS), voltou à tribuna da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (27), para cobrar a ampliação dos serviços de saúde na cidade de Patos. O parlamentar, que é médico, lamentou a recente morte de um mototaxista, que veio a óbito por falta de atendimento cardiovascular.

“Venho aqui alertar para uma doença que tem tirado a vida de muitos jovens, que são as doenças cardiovasculares. Assim, lamento a morte de um amigo, José Nildo, mototaxista que perdeu sua vida sem conseguir realizar o procedimento de um cateterismo que pudesse lhe poupar a vida”, afirmou Dr. Érico.

Em função dessa morte, e de outros casos, o parlamentar atentou para a necessidade de fortalecer os serviços de saúde em Patos, que como bem lembrou, é a terceira maior cidade do Estado, com 107 mil habitantes e uma importante porta de entrada para o Sertão.

“Mesmo assim, ainda não conseguimos evitar a perda da vidas de jovens, da vida de trabalhadores, que morrem deixando filhos órfãos”, ressaltou.

“Na condição de médico, de deputado, de presidente da Comissão de Saúde desta casa, conclamo aos nobres colegas, para, juntos, lutarmos pela ampliação dos serviços de saúde no nosso Sertão. Patos precisa ter uma emergência cardiológica capaz de acolher tantas vítimas de doenças cardiovasculares, que é a segunda causa de morte em pessoas jovens”, revelou.

Dr. Érico também lembrou a situação dos servidores da maternidade Maternidade Dr. Peregrino Filho, que estão sem receber salário.

“Diariamente, recebo ligações e mensagens dos servidores da maternidade, Dr. Peregrino Filho, afirmando que estão passando necessidade e que estão precisando dos salários. O Governo tem feito a sua parte. Ontem mesmo, o deputado Ricardo Barbosa estava com a secretaria (de Saúde) Claudia Veras, que tem se empenhado, ao máximo. Mas devemos, sempre, tentar fazer mais do que podemos. O que não podemos é aceitar que aqueles auxiliares, copeiros e tantos outros, estejam passando necessidades diariamente”, concluiu.

Assessoria

Nenhum comentário:

Publicidade