Corpos de jovens desaparecidas de Pedras de Fogo são encontrados em matagal de Santa Rita - Portal Cabuloso

Últimas Notícias

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Corpos de jovens desaparecidas de Pedras de Fogo são encontrados em matagal de Santa Rita


Dois corpos de mulheres foram localizados na tarde desta sexta-feira, 22, no município de Santa Rita, região Metropolitana da grande João Pessoa.

Informações preliminares dão conta, que se trata de Bruna Dara Mendes, 24 anos e Kátia Janniely Macena dos Santos, de 29 anos, que estão desaparecidas desde a última segunda-feira (11), da cidade de Pedras de Fogo, Litoral Sul da Paraíba.

Na delegacia a mãe de Jane, disse que ela teria entrado em contato na tarde da última segunda-feira, depois as ligações não foram atendidas e o celular tá desligado. A mulher disse que sua filha prestava serviço na JEEP, gosta de festas, porém, nunca deixou o telefone desligado por muito tempo.

Durante as investigações, a policia localizou um suspeito, que não teve a identidade nem o tipo de relação dele com as garotas, mas que teria indicado o local onde as duas teriam sido assassinadas e uma teria sido enterrada.

Agentes da Policia Civil e Perícia já se encontram no local, aguardando uma equipe do Corpo de Bombeiros, para desenterrar.

O delegado Paulo Martins, da Polícia Civil, confirmou que os corpos são das mulheres desaparecidas da cidade de Pedras de Fogo e que ambas seriam companheiras de criminosos da região, o que pode ter motivado os crimes.

O delegado disse que um homem foi detido nesta sexta-feira (22), após diálogos com presidiários terem sido registrados e apontarem o envolvimento no crime. Um outro suspeito já havia sido preso, por roubo, no dia 13 deste mês. Outras pessoas foram detidas e encaminhadas para a delegacia.

O suspeito preso nesta sexta-feira, conforme a polícia, relatou que o crime ocorreu porque Kátia estaria envolvida na morte de um dos chefes do tráfico da região.

Por isso, os irmãos do suposto traficante, que também estão presos, ameaçaram o homem, que tinha um relacionamento com Kátia, para que ele a matasse. O suspeito contou à polícia que Bruna, que estava com ela, foi morta para que não denunciasse o crime.

Antes de desaparecerem, conforme a polícia, as mulheres haviam dito para parentes que iriam para João Pessoa, no entanto, não contaram o motivo.



Nenhum comentário:

Publicidade