Polícia registra três homicídios em menos de quatro horas, na Paraíba - Portal Cabuloso

Breaking

Breaking News


terça-feira, 6 de novembro de 2018

Polícia registra três homicídios em menos de quatro horas, na Paraíba

A polícia registrou pelo menos três homicídios no intervalo inferior a quatro horas, na Paraíba. As ações criminosas aconteceram entre o final da manhã desta terça-feira (6) e o início da tarde, em cidades distintas. Os casos foram identificados em João Pessoa, Alhandra (Litoral Sul) e Santa Rita (grande João Pessoa).

João Pessoa

O primeiro caso aconteceu por volta das 10h30 da manhã. Um jovem de 18 anos foi morto a tiros durante uma visita a amigos, no bairro dos Ipês, em João Pessoa. Três homens encapuzados teriam disparado contra o rapaz que morreu no local. A polícia investigará o caso.

Alhandra

Era por volta das 12h40 quando um agricultor foi morto na estrada que liga os municípios de Alhandra e Pitimbu, no Litoral Sul da Paraíba. A vítima, identificada como João Adelino da Silva, mais conhecido como ‘João Poeta’, foi atingida por um disparo enquanto pilotava uma motocicleta.

A Polícia Militar (PM) foi acionada e isolou a área. A perícia foi encaminhada ao local para apurar detalhes do caso. A vítima morava em um assentamento.

Santa Rita

Um homem identificado como Fernando Nascimento dos Santos, de 55 anos, foi morto no terraço da casa onde morava. O caso aconteceu por volta das 13h na Rua Coronel Aureliano, no bairro do Alto das Populares. Segundo testemunhas, pelo menos três pessoas ficaram de 'tocaia' observando o movimento na casa onde a vítima estava.

No momento em que Fernando teria aparecido na no terraço foi alvo dos disparos. De acordo com informações iniciais prestadas pela polícia, a vítima teria acabado de realizar um depósito em uma agência bancária e planejava viajar ao Rio de Janeiro. Ele foi morto um dia após completar a idade nova.

Até o fechamento desta matéria não haviam informações sobre a prisão dos suspeitos pelo crime. A polícia investigará o caso.

Portal T5

Nenhum comentário:

Postar um comentário