Tôrres rechaça nota da PMJP: “Deveria ter emitido nota quando PM prendeu assessor do gabinete de Romero” - Portal Cabuloso

Breaking

Video of the Day


segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Tôrres rechaça nota da PMJP: “Deveria ter emitido nota quando PM prendeu assessor do gabinete de Romero”

O secretário de Comunicação Institucional do Governo da Paraíba, Luís Tôrres declarou que a nota da PMJP que informou que unidades de saúde e escolas e creches municipais de Mangabeira, Cidade Verde e Paratibe não abrirão nesta segunda por conta da fuga ocorrida no PB1 serve apenas para disseminar o pânico na sociedade.

De acordo com Tôrres o fato seria uma tentativa de tirar proveito eleitoral já que há todo um esforço de segurança em João Pessoa, para recapturar os fugitivos.

“Essa é uma tentativa de tirar proveito eleitoral com o fato. Há todo um esforço das polícias para assegurar reforço  da segurança na cidade, e o mínimo de ajuda que as instâncias podem fazer é não disseminar o pânico na sociedade. A prefeitura de JP deveria ter emitido uma nota quando a polícia prendeu a quadrilha do assessor de gabinete do prefeito Romero Rodrigues alegando que não admite que administrações municipais financiem o crime organizado. Quanto à suspensao dos serviços das UPAs e PSFs, creio que a prefeitura nao terá muito trabalho pois os serviços já não funcionam normalmente”, disse.

PB Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário