Daniella Ribeiro visita Associação dos Policiais Civis e destaca: “Sem o policial não há como fazer segurança pública” - Portal Cabuloso

Breaking

Video of the Day


terça-feira, 21 de agosto de 2018

Daniella Ribeiro visita Associação dos Policiais Civis e destaca: “Sem o policial não há como fazer segurança pública”

Daniella Ribeiro, candidata ao Senado Federal pelo Progressistas, visitou a sede da Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba (Aspol-PB) na tarde desta terça-feira (21) e reafirmou o compromisso com a categoria. Daniella, como deputada estadual, sempre manteve aberto o canal de diálogo com os policiais civis e se posicionou favorável às demandas colocadas por entender as necessidades e deficiências existentes no quadro da Polícia Civil da Paraíba.

Daniella foi recebida pela presidente da Aspol, Suana Melo, que falou sobre a  importância da visita. “A presença de Daniella aqui na Aspol, ouvindo as nossas demandas, é o reflexo do seu comprometimento com as carreiras da Polícia Civil, e com a segurança pública na Paraíba”, declarou Suana. Também estava presente a diretora Evellyne Fernandes. Uma carta de intenções com as principais demandas da categorias foi entregue à Daniella.

O tema segurança pública sempre esteve presente nos discursos de Daniella, seja como vereadora em Campina Grande, seja como deputada estadual. Na tribuna, Daniella cobrou melhorias de serviço para os policiais civis que recebem o pior salário do Brasil. Os coletes vencidos, usados pela categoria, também foi pauta do discurso de Daniella. A candidata é autora da lei nº 9.541/2011, que determina a inutilização de cédulas em caso de ataques a caixas eletrônicos.

“O problema da segurança pública atinge, direta ou indiretamente, a todos nós. Sem segurança, a gente não anda na rua com tranquilidade, não dorme enquanto o filho não chega, a gente acaba se tornando refém”, destacou Daniella. Ela defende uma política de valorização dos policiais, que inclui a reposição salarial e boas condições de trabalho. “O policial é peça-chave quando o assunto é segurança pública. É ele que vai defender o cidadão, por isso precisa ser valorizado com políticas efetivas e não com promessas”, afirmou.

“Nós acreditamos que reconhecer o trabalho que a Aspol tem feito com o servidor policial, com as categorias e com a sociedade, que é aquela a quem destinamos nossos serviços é também uma motivação para todos. É a sociedade que ganha com essa preocupação de Daniella com a temática da segurança pública”, afirmou.

Por Valéria Sinésio

Nenhum comentário:

Postar um comentário